O que é e qual a finalidade do Design Organizacional? Entenda!

6 minutos para ler

O mundo atual caracteriza-se por uma constante esfera de transformação. O ambiente geral que envolve as organizações é mutável e dinâmico. Por isso, exige ampla capacidade de adaptação como requisito básico de sobrevivência.

O design organizacional é uma resposta às mudanças — é uma ferramenta usada no processo de traçar, definir e ajustar estruturas para garantir que os objetivos das organizações sejam alcançados.

É importante lembrar que essa estratégia não terá valor se não for amplamente difundida e comunicada a todos os membros da organização que estão envolvidos nesse processo. Só assim servirá como fio condutor da transição e das adaptações necessárias. Neste post você poderá entender melhor o que é design organizacional.

Finalidade do design organizacional

O design organizacional busca otimização nos processos produtivos de melhoria da qualidade e agilidade na logística de desempenho organizacional, objetivando rapidez de resposta na tomada de decisões.

Também procura estruturar a equipe para atender a demanda da empresa. O time fica alinhado ao projeto que será desenvolvido, criando uma rede de trabalho, tudo isso para oferecer a seus clientes produtos ou serviços, no menor prazo possível, em um cenário de grande competitividade.

O design organizacional é responsável por essa mudança, ele analisa o projeto que será realizado e indica o processo mais eficaz a ser implantado no desenvolvimento dos funcionários. Além disso, mensura o resultado do investimento em capacitação e desenvolvimento feito nos profissionais de sua equipe.

Os benefícios desse procedimento trazem aumento da eficácia organizacional, melhoria da imagem da empresa, reduzem a rotatividade de pessoas, ampliam as habilidades dos funcionários, elevam o lucro, reduzem os custos etc.

Ao apresentar a confirmação positiva dos resultados obtidos, o designer organizacional — profissional da área de recursos humanos — mostra que está com seus programas de treinamento e desenvolvimento alinhados com as estratégias da empresa.

O resultado obtido por esse processo é a otimização da produtividade dos profissionais, que passam a apresentar um retorno em resposta ao treinamento oferecido, atendendo as necessidades e os objetivos da instituição.

Benefícios do design organizacional

É importante destacar que o design organizacional não estabelece um padrão a ser seguido. Cada empresa definirá o caminho para enfrentar as turbulências e aproveitará os seus recursos e competências, baseando-se em análises feitas para saber qual estratégia deve ser implementada.

Os processos utilizados abrem oportunidades de melhorias de desempenho na estrutura organizacional, ou seja, incluem tecnologia e pessoas — técnica e comportamento —, estando permanentemente voltados para a manutenção de um ambiente organizacional equilibrado. Por meio desse método, são gerados resultados em todos os níveis da empresa, o que auxilia nas tomadas de decisões e na gestão de pessoas.

Existe um erro a ser destacado: as empresas não estão sabendo investir em seus funcionários. Pessoas são a chave de todos os processos organizacionais, por isso, é imprescindível entender as expectativas de sua equipe para poder investir nas competências, identificando os conhecimentos, habilidades e comportamentos necessários para a execução das atividades de um determinado cargo ou de uma função.

Confira, abaixo, algumas atitudes que podem mudar esse cenário.

Alinhar o modelo de negócios aos objetivos da organização

O design organizacional sabe que as empresas nascem com propósitos, objetivos e metas a serem alcançadas. Assim sendo, entende e utiliza dentro da organização ferramentas de motivação e treinamentos que qualifiquem o crescimento e o surgimento de talentos na empresa.

Esse é um dos objetivos da organização: rever os processos e concretizar um padrão que atenda as mudanças desejadas. Isso acontece quando ocorre no ambiente da organização uma mudança cultural — facilitando as decisões de maneira precisa.

Concentrar mais atenção nas pessoas

O designer organizacional é o profissional da área de recursos humanos que atua com um olhar diferenciado e procura entender o comportamento das pessoas, esse é o seu principal desafio.

Ele incentiva os colaboradores e ajusta simultaneamente as exigências estratégicas da empresa às práticas e estruturas organizacionais. Mantém uma sintonia fina dos colaboradores com os propósitos e objetivos da organização.

Essa é uma das fases mais importantes desse processo: fazer com que a empresa considere os profissionais de sua instituição. Nem todo gestor consegue entender que ao treinar e desenvolver os seus empregados, resultados positivos serão gerados para a empresa.

Derrubar barreiras entre setores

O design organizacional faz com que as organizações adotem práticas e mecanismos capazes de mensurar se o modelo adotado no atual negócio está alinhado às metas originais traçadas. 

É necessário, porém, que esse ponto sempre esteja em constante observação, e se for preciso, o responsável deverá revisar os processos frequentemente. Por vezes ocorre a necessidade de realizar uma quebra de barreiras entre os diversos setores, para dar celeridade às operações. Nesse caso, o design organizacional faz com que haja mais flexibilidade e cooperação entre as pessoas.

Oferecer soluções efetivas para resolver os problemas

As empresas estão promovendo mudanças com grande velocidade em suas estruturas organizacionais, visando à competitividade no mercado.

Por essa razão, as instituições estão buscando a orientação do design organizacional, para que sejam implantados novos métodos de treinamento, capacitação e desenvolvimento de seus profissionais.

Com isso, as organizações saem de uma visão tradicional e passam a adotar estruturas baseadas em equipes formadas por empregados com diversas funções e cargos — melhorando a interação entre o grupo e gerando vantagens eficazes.

Auxiliar na tomada de decisão

A agilidade proporcionada pelo design organizacional garante a rapidez de resposta e de tomada de decisão. Além do mais, a quebra de barreiras nos setores aumenta a possibilidade de uma interação entre os colaboradores da empresa.

Considerando todas as características e diferenciais que o designer organizacional precisa ter na sua função, percebe-se que gerenciar conflitos é antes de tudo um exercício contínuo.

Esse profissional investe no ambiente de trabalho, buscando integração e diversidade nas suas equipes. Além disso, também contribui para reforçar e disseminar a cultura da empresa. O resultado é uma organização fortalecida, com colaboradores focados e qualificados, que procuram sempre soluções rápidas para os problemas que eventualmente vierem a ocorrer. 

Viu como o design organizacional é imprescindível para o desenvolvimento e o crescimento adequado dos colaboradores de uma empresa? Ele é uma ferramenta muito importante para que as organizações alcancem sucesso por meio de uma reeducação realizada na estrutura institucional.

Gostou de entender mais sobre o design organizacional e os benefícios de sua implantação nas empresas? Então, deixe um comentário contando qual das vantagens citadas você considera mais relevante!

354 Views
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-