Desenvolvimento

Entenda como mapear e analisar um perfil de competências

Perfil de competências dos colaboradores
Kienbaum Brasil
Escrito por Kienbaum Brasil

A competência na área do Recursos Humanos consiste em um conjunto de conhecimentos, habilidades e atitudes — também denominados de CHA.

Eles são necessários para atender às exigências de um determinado cargo dentro de uma organização. Por isso, ao pleitear uma vaga, é analisado e avaliado o perfil de competências, uma vez que ele identifica se o candidato está apto para assumir a função.

Esse conceito tornou-se mais amplo e estabeleceu uma nova relação dentro do ambiente organizacional. Há diversos significados, alguns ligados à pessoa e outros à tarefa. No geral, consistem em saber agir de forma responsável, que implica mobilizar, transferir e integrar habilidades, recursos e conhecimentos que agreguem valor econômico à organização e valor social ao indivíduo.

Quer saber mais sobre o assunto? Quer entender mais sobre como mapear e identificar o perfil de competências? Então, continue lendo este texto!

O que é mapeamento de competências?

Mapear competências significa identificar as habilidades relacionadas à técnica e ao comportamento, possibilitando que todos possam atingir as metas e estratégias definidas pela empresa.

A partir dessa identificação, é possível aproximar e investir nos talentos da organização. Sendo assim, uma empresa que conta com um mapeamento de competências determinado sabe o que deve ser explorado em cada colaborador e como aproveitar isso ao máximo.

O objetivo do mapeamento é administrar e potencializar o capital humano para que a organização possa atingir o sucesso almejado em seus negócios ou serviços. Portanto, é imprescindível estar alinhado com seus profissionais e conhecer as habilidades de seus colaboradores.

O que é importante avaliar?

Identificaremos 3 áreas essenciais (também conhecidas por CHA), que devem fazer parte das competências individuais, independentemente do setor ou área em que a pessoa atua em uma organização. Elas estão diretamente associadas ao desempenho no trabalho.

Conhecimento

É o conjunto de informações, procedimentos, fatos e conceitos que cada pessoa tem. O conhecimento é diferencial entre as empresas, pois, quando ele passou a ser notado com uma das principais vantagens competitivas, as organizações passaram a enxergar a importância do desenvolvimento e valorização dos colaboradores.

Habilidade 

São as capacidades, técnicas e talentos. A habilidade profissional, por sua vez, aborda o conhecimento adquirido na formação acadêmica. Ela consiste no grau de competência de um indivíduo diante de um objetivo ou de uma tarefa específica e está associada a um determinado nível de destreza.

Pode-se dizer que uma pessoa com habilidade tem talento, ou seja, inteligência para executar com maestria as tarefas organizacionais.

Atitude 

Relaciona-se com o comportamento, valores, princípios, ponto de vista, opiniões e percepções. É o que define e abre o caminho para o sucesso na carreira pessoal e profissional. É o querer fazer. O profissional moderno difere muito do tradicional. O mercado atual busca algumas atitudes imprescindíveis em seus colaboradores, tais como:

  • foco e motivação: definir onde quer chegar e relacionar-se com o uso da força interior para vencer os obstáculos e adversidades;
  • iniciativa e criatividade: fazer o que tem de ser feito e buscar novas soluções para problemas e situações cotidianas;
  • ética: apresentar honestidade e agir corretamente;
  • comprometimento: assumir e cumprir as responsabilidades;
  • persistência e resiliência: não desistir dos objetivos e superar as adversidades.

A prática coordenada de gestão de pessoas e de gestão do conhecimento permite articular coerentemente as competências individuais de seus colaboradores por meio de questionários e avaliações que têm como principal objetivo identificar essas características.

De posse desses dados obtidos no mapeamento, o Recursos Humanos poderá utilizar o CHA como um guia para desenvolver e aperfeiçoar as habilidades ou suprir as que serão necessárias no próximo processo seletivo, garantindo assim o alinhamento dos seus colaboradores com os objetivos organizacionais.

Quais as vantagens do mapeamento?

É fundamental que a organização perceba a importância do treinamento empresarial para desenvolver as qualificações de seus colaboradores. Afinal, por meio do mapeamento do perfil de competências, os benefícios são imediatos. Veja alguns deles a seguir!

Define as habilidades

A identificação do perfil profissional dos funcionários é imprescindível para uma gestão bem-sucedida. Assim, é possível analisar quais as habilidades são necessárias para que ele desenvolva suas tarefas da melhor forma.

Identifica profissionais mais eficazes

Existem características que são valorizadas e algumas delas são desenvolvidas por meio de treinamentos, outras são conquistadas pelo autoconhecimento, liderança, automotivação, trabalho em equipe, capacidade de negociação, etc.

Proporciona comunicação clara

Ter facilidade de se comunicar é fundamental em qualquer função. É essencial saber se expressar com clareza, permitindo a troca de informações e interatividade entre os diversos setores da organização.

Valoriza o conhecimento técnico

A experiência trazida por meio da formação de cada profissional é uma das habilidades básicas do perfil do colaborador e agrega valor, pois aprimora a eficiência ou efetividade dos resultados da empresa.

Além disso, proporciona diferenciação, uma vez que não são comuns e não estão disponíveis ao concorrente, além de possibilitar o suporte institucional — talentos individuais combinados e empregados para atuar em novas atribuições.

Oferece aprendizado contínuo

A empresa poderá investir nos seus profissionais de modo a desenvolver competências essenciais para o seu aprimoramento e para o benefício da organização, alicerçar crenças e valores, enfatizar a cultura organizacional, incentivar a prática das atividades e inserir outras.

Isso é mais que treinamento ou qualificação, é uma forma de articular coerentemente as competências.

Qual a importância do mapeamento do perfil de competências nas organizações?

O desenvolvimento do capital humano poderá ser feito interna ou externamente. Umas das ferramentas mais usadas para mapear e avaliar os perfis dos colaboradores é o assessment. Nesse sentido, práticas de educação corporativas estão profundamente inseridas ao processo de inovações.

Segundo o CEO da HP, Lewis Platt, empresas de sucesso são aquelas que conseguem captar, armazenar e alavancar melhor o que seus colaboradores sabem. Nesse sentido, as organizações que são capazes de desenvolver seus colaboradores geram um valor intangível, não podendo ser gerenciado de mesmo modo que produtos ou tecnologias.

A educação corporativa tem como principal missão: formar e desenvolver talentos humanos na gestão dos negócios, por meio da aprendizagem e gestão do conhecimento. Ao mapear e analisar os perfis de seus colaboradores, a organização poderá criar estratégias que permitirão uma equipe de alta performance, conquistando o engajamento e retendo seus talentos.

Os profissionais de hoje desejam trabalhar em empresas que fornecem oportunidades de crescimento, aprendizagem, valorização do profissional, autonomia na criatividade, participação e que favoreçam o autodesenvolvimento.

E somente uma empresa focada em mapear o perfil de competências saberá identificar, selecionar, admitir os perfis e talentos necessários para o sucesso de sua organização.

Então, agora que você sabe como mapear e por que desenvolver seus colaboradores, aproveite a visita ao blog e não deixe de descobrir as melhores formas de aplicar pesquisa de satisfação nas empresas!

Sobre o autor

Kienbaum Brasil

Kienbaum Brasil

Fausto Alvarez - Partner Kienbaum SP

Axel Werner- Partner Kienbaum SP

Deixar comentário.

Share This