Competence Check: como essa metodologia pode contribuir com o desenvolvimento dos executivos da sua empresa?

8 minutos para ler

Quanto mais estratégico o cargo, mais difícil encontrar as pessoas certas. No entanto, existem meios de contornar essa dificuldade. O Competence Check é uma forma eficiente de desenvolver líderes, preparar sucessores e avaliar cargos e desempenhos.

Com ele, as empresas conseguem perceber mudanças em curto prazo e impulsionar seus resultados. Isso tudo é feito com base em dados seguros e completos, obtidos por meio de uma análise criteriosa das lideranças de uma empresa.

Se você quer saber mais sobre o que estamos falando, continue conosco até o final deste post e descubra tudo sobre o Competence Check.

O que é Competence Check?

O Competence Check é o nome comercial dado ao tipo de assessment oferecido pela KienbaumAssessment, por sua vez, é um termo utilizado para definir a metodologia que identifica e analisa a real contribuição de um executivo na empresa hoje e no futuro.

Isso significa que são mapeados o potencial de entrega e de crescimento desse profissional e o quanto ele está alinhado às expectativas e ao modelo de negócio. Ao final, a empresa saberá se esse indivíduo tem as competências desejadas para cumprir com determinada função.

A partir disso, são pensadas estratégias para o seu desenvolvimento. Nesse caso, podem ser treinadas habilidades gerenciais, conhecimentos técnicos, de comportamento, atitudes e outros aspectos necessários.

Como funciona essa metodologia?

Essa prática inovadora segue algumas etapas importantes, como:

  • Definição do perfil de competências da organização;

  • Pré-work;

  • Processos de avaliação;

  • Consolidação e apresentação dos resultados;

  • Feedback.

Em geral, aplicam-se processos avaliativos a fim de tornar as contratações mais acertadas ou mesmo corrigir carências dentro do quadro de colaboradores.

Quais os benefícios da sua implantação?

Entre os principais benefícios gerados pela implantação do Competence Check estão:

  • escolha do melhor profissional para determinada função;

  • identificação de potenciais talentos;

  • percepção de falhas e oportunidades de desenvolvimento;

  • criação e aperfeiçoamento de programas de desenvolvimento;

  • investimento em um banco de talentos;

  • melhoria na performance das equipes;

  • alinhamento da atuação das equipes ao planejamento estratégico do negócio;

  • maior agilidade e segurança na seleção de pessoal;

  • precisão e eficácia para os treinamentos.

Além disso, algumas empresas contam com vasta experiência de mercado, processos de avaliação robustos, emissão de relatórios personalizados e sugestões que ajudam a direcionar as decisões.

Quais são as etapas do processo?

Como já citado, o processo de Competence Check segue algumas etapas, que podem ser conferidas de forma detalhada a seguir:

1. Definição do Perfil de Competências

Essa etapa acontece a partir de uma entrevista semiestruturada aplicada aos principais executivos da empresa. Nela são definidos os desafios e estratégias do negócio em curto, médio e longo prazo.

Com essas informações, é possível ter uma ideia das competências gerenciais necessárias para executar tal estratégia. Assim, é possível elaborar um modelo de competências desdobrado em comportamentos observáveis por níveis hierárquicos, ou seja, o pipeline de liderança.

Geralmente são estabelecidas de 5 a 8 competências alinhadas com o que a empresa espera de cada nível de liderança. A partir disso, é gerado o guia de avaliação que norteará o diagnóstico do Competence Check.

2. Pré-work

Esse momento serve para que o executivo se prepare para o Assessment, realizando uma Apresentação Pessoal e de Negócio. Ele também aproveita para preencher o teste online Mapa e um Dossiê Profissional retratando sua trajetória, movimentações na empresa, motivações e aspirações tanto em sua carreira quanto na empresa em que atua.

3. Processos de avaliação

No Competence Check, esse é um processo de investigação complexo e aprofundado que se baseia nas competências da organização. O processo tem duração aproximada de 4 horas e meia, durante as quais acontecem:

  • a entrevista por competências;
  • a apresentação pessoal e negócio;
  • os exercícios de estudo de caso e simulação de liderança.

Dessa forma, a avaliação é pautada em diversas análises, juntamente com a ferramenta online Mapa. De modo geral, o processo avaliativo tem por objetivo obter uma visão completa e abrangente do perfil do executivo.

Após finalizadas todas essas etapas, será gerado um pequeno feedback sobre o seu desempenho durante o processo de Avaliação. Nele, estarão pontuadas as suas principais forças e fraquezas, ou seja, no que ele se saiu bem e no que poderia melhorar.

4. Consolidação e apresentação dos Resultados

Aqui, são apresentados os resultados quantitativos dos colaboradores avaliados, as recomendações para o seu desenvolvimento e para a gestão estratégica de pessoas. Também são gerados dados que indicam as condições do profissional crescer na estrutura da empresa e contribuir para as suas decisões estratégicas.

Dessa forma, é possível identificar se o grupo de líderes mantém, alavanca ou ameaça a competitividade do negócio. Essa etapa inclui também uma análise dos fatores de motivação das lideranças, quais são seus principais talentos e o impacto que geraria perder esses talentos em curto prazo. Essa é uma ferramenta importantíssima para reter bons profissionais.

4. Feedbacks

O feedback é baseado em um relatório individual com resultados qualitativos e quantitativos de suas competências. Eles poderão ser observados em um gráfico de competências e de carreira, que, juntamente com as análises qualitativas de fortalezas e oportunidades de melhoria, trazem sugestões de ações para compor o plano de desenvolvimento individual.

O pequeno feedback anterior, realizado durante a etapa do processo de avaliação, é um adiantamento do que o profissional receberá nesta etapa. Portanto, não existem muitas surpresas nessa fase. Geralmente, o executivo já chega nela com alguns insights sobre o que pode e precisa melhorar.

O Competence Check se torna um processo completo, que entrega desde a identificação de pontos de melhoria até a sua execução de fato. Ele propõe ações no plano de desenvolvimento individual e um diagnóstico do que é necessário para contribuir para a gestão estratégica de pessoas. 

Para o profissional, é fornecido um relatório individual com resultados qualitativos e quantitativos de suas competências. Eles poderão ser observados em um gráfico de carreira, que traz sugestões de ações para compor o plano de desenvolvimento individual.

Essa etapa inclui uma análise dos fatores de motivação das lideranças, quais são seus principais talentos e o impacto que geraria perder esses talentos em curto prazo. Essa é uma ferramenta importantíssima para reter bons profissionais.

Quais são os impactos para o negócio e para o executivo?

Os principais impactos do Competence Check estão na clareza gerada tanto para o executivo quanto para a empresa e no diagnóstico obtido, com sugestões específicas de melhoria. Dessa forma, fica mais fácil de obter resultados eficazes com as mudanças.

Esse é um fator de motivação, já que com os planos de desenvolvimento claros, as pessoas percebem o quanto podem melhorar e conquistar resultados melhores. Com isso, elas passam a se preparar e gerar mais valor em suas entregas.

Uma das partes mais positivas nisso, é que as mudanças podem ser percebidas a partir de dois ou três meses e continuam gerando impactos positivos mesmo em longo prazo.

Quando essa implementação é recomendada?

A grande realidade é que as empresas geralmente enfrentam muita dificuldade para encontrar bons executivos. Com isso, acabam contratando sem fazer uma checagem tão completa e, por fim, têm que lidar com uma escolha inefetiva por falta de alinhamento do candidato com a empresa.

Nesse sentido, o Competence Check seria ideal desde que a empresa decide contratar um novo executivo, poupando muitos esforços. Ao alinhar o que a empresa necessita em uma liderança com o que o profissional tem a oferecer, as chances de bons resultados crescem.

Porém, como nem sempre isso acontece antes da contratação, cabe a implementação do Competence Check em qualquer momento que a empresa perceba a necessidade de melhorar seus resultados. Afinal, os benefícios não atingem apenas os executivos, mas suas equipes e o futuro da organização.

Gostou de saber mais sobre o desenvolvimento de executivos por meio do Competence Check? Então, assine a nossa newsletter e receba outros conteúdos como este!

42 Views
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-