Planos de desenvolvimento individuais: como eles podem ajudar a empresa?

4 minutos para ler

O alinhamento entre colaborador e empresa é fundamental para se alcançarem resultados excepcionais. Servindo a esse propósito e destacando lideranças, os planos de desenvolvimento individuais (PDIs) ganham espaço no ramo corporativo.

Trata-se de um planejamento que situa o trabalhador em seu momento atual e estabelece suas perspectivas de crescimento profissional dentro da empresa. Tudo isso, obviamente, em consonância com as expectativas da organização.

Se você quer saber o que os PDIs podem fazer pela sua corporação, confira as vantagens elencadas a seguir.

Promovem o autoconhecimento

Para traçar as metas de desenvolvimento, o colaborador precisa se conhecer profundamente: suas competências, dificuldades, expectativas, prioridades e objetivos. Os PDIs abrangem não apenas o âmbito profissional, mas também o pessoal, estreitando o elo do trabalhador com a organização.

Além disso, autoconhecimento expõe as potencialidades do indivíduo, evidencia habilidades ainda não exploradas que podem ser de grande valia para a empresa em busca de aumentar sua competitividade no mercado.

Melhoram a comunicação interna

O colaborador compreende seus comportamentos e a forma como ele lida com os demais ao se conhecer melhor. A tendência é ele adequar sua cultura àquela esperada pela empresa e efetuar melhoras significativas no relacionamento interpessoal  fatores que elevam a produtividade.

Saber se comunicar é habilidade essencial ao líder, promove o endomarketing, facilita a interação no ambiente corporativo e permite a estruturação de equipes integradas cujos membros estão alinhados entre si e com a organização. 

PDIs aumentam a satisfação na carreira

Pesquisa do Instituto Locomotiva revela a insatisfação de 56% dos trabalhadores formais com o trabalho realizado. Segundo a Hay Group, 56% também é a porcentagem de profissionais que apontam benefícios inatingíveis (oportunidades na carreira e benefícios não-financeiros) como principal fator de engajamento.

Se você quer melhorar o índice de satisfação da equipe, invista em uma consultoria especializada em planos de desenvolvimento individuais. Ela é capaz de influenciar positivamente na conduta e atuação dos profissionais e fazer com que eles se sintam valorizados e motivados.

Estabelecem metas realistas

91% das empresas brasileiras definem estratégias com base em dados, cujo gerenciamento evidencia a importância da digitalização no setor corporativo. Agora, pense na quantidade de informações geradas pelos PDIs, permitindo que metas S.M.A.R.T. (específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e temporizáveis) sejam estabelecidas pela organização.

A eficiência do método aumenta a assertividade do colaboradores e da equipe, acentua seu senso de propósito e facilita a tomada de decisões. O cenário é promissor: imagine só alinhar as estratégias da empresa com o desenvolvimento dos colaboradores.

Destacam lideranças

Acompanhar individualmente cada profissional é uma gestão de desempenho eficaz porque traça perfis, identifica líderes e favorece a criação de um plano de sucessão organizacional. 

Assim você sabe exatamente o valor do capital humano que tem em mãos e quais são aquelas pessoas capazes de assumir cargos estratégicos dentro da empresa.

Portanto, é evidente que os planos de desenvolvimento individuais trazem resultados a curto e médio prazo, mas também são importantes para a vida longa da corporação.

Aumentar a competitividade no mercado, integrar equipes, suscitar lideranças e orientar o estabelecimento de metas são algumas das vantagens promovidas por eles. Assim, a gestão estratégica da empresa é repaginada, os processos fluem e os resultados crescem.

Se o assunto lhe interessa, entre em contato conosco. Nossa consultoria especializada promove o impacto que você espera e dimensiona efetivamente sua empresa no mercado.

7 Views
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-