Os Executivos no Mercado e a Busca pelos Excelentes

Executivos
4 minutos para ler

Sim, é a realidade, mesmo em um momento em que há tantos profissionais disponíveis no mercado, contratar um executivo para ocupar uma posição chave do negócio é um desafio cada vez maior para as organizações. E por que isso ocorre? Quanto mais alta e estratégica é a posição, maior é o impacto do executivo nos resultados do negócio, para o bem ou para o mal. O mundo em transformação exige lideranças com novas competências, a competitividade das empresas depende cada vez mais das pessoas que decidem e fazem acontecer. É comprovado que um executivo Excelente, tem potencial para gerar de 3 a 4 vezes mais resultados do que um executivo Mediano, ou seja, é primordial para o sucesso da organização garantir a seleção do melhor. Assim como é primordial para o profissional que busca carreira executiva, manter-se preparado para este concorrido mercado. 

O menor custo na contratação de um novo Diretor ou Gestor estratégico é o custo da contratação em si ou do salário. O maior custo para a organização é o de contratar um executivo com a competência inferior àquela exigida para a função, um custo muitas vezes invisível, danoso, que corrói os resultados do negócio. Para se encontrar o executivo Excelente, o processo seletivo é diferente do convencional, daquele realizado para posições especialistas ou de menor impacto na organização. O processo seletivo precisa ser igualmente excelente em todos os seus aspectos. Os critérios de seleção estão muito mais rigorosos, considerando-se todas as particularidades que envolvem a definição do perfil do candidato ideal para a posição. Busca-se uma ampla base comparativa entre os candidatos, bem como benchmarks de análises de desempenho e potencial. Os candidatos são “hunteados” e atraídos para as posições e a concorrência é cada vez mais global.  Os processos, muitas vezes, são confidenciais, pois as buscas são focadas em profissionais target, naqueles que têm histórico de entregas consistentes, reconhecimento, competências, formação e características de personalidade aderentes ao perfil específico da posição.

Neste contexto, é premente que os profissionais invistam na sua empregabilidade e cuidem de suas carreiras. A empregabilidade envolve a capacidade de o profissional manter-se atrativo ao mercado de trabalho, independentemente de seu cargo ou situação atual, ou seja, suas qualidades pessoais e profissionais devem ser diferenciais competitivos para a busca de novas oportunidades dentro ou fora da organização. Em um contexto global de empregos em transformação, mudanças nas relações de trabalho, digitalização, atividades em rede e valorização da meritocracia, as competências requeridas mudam constantemente. O profissional que deu certo em um determinado contexto pode não estar preparado para enfrentar um novo ambiente mais complexo e dinâmico. Por outro lado, profissionais muito jovens nem sempre têm a vivência e a maturidade necessárias para enfrentar os desafios do negócio. Um excelente profissional de carreira em uma indústria de ponta poderá não ser excelente em uma empresa de serviços, na qual as relações e os modelos mentais para tomada de decisão são diferentes, e vice-versa. 

Para os profissionais, é necessário sair da zona de conforto, desafiar-se em novas atividades, participar de projetos de outras áreas e entidades, expandir relacionamentos, investir na formação (inglês é pré-requisito fundamental). É preciso demonstrar consistência na sua trajetória pessoal e profissional, consistência que é traduzida pelos comportamentos, escolhas, valores, reputação, aprendizados e conquistas. É a história que vai demonstrar o quanto o profissional tem bagagem suficiente e potencial para enfrentar os desafios atuais e futuros da organização. Assim, é fundamental que os profissionais cuidem da sua carreira e do seu futuro, construindo uma trajetória que garanta a sua empregabilidade, seja nas organizações ou mesmo como autônomos ou empreendedores. Não existe mais esperar por planos de carreira ou delegar a responsabilidade para as empresas ou para o governo, cada um deve ser o protagonista da sua própria história.

Gostaria de saber mais sobre desenvolvimento de pessoas e negócios? Então acompanhe nossos perfis nas redes sociais e tenha acesso aos nossos conteúdos. Estamos presentes no LinkedIn, no Facebook e no YouTube.

Powered by Rock Convert
325 Views
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-