5 desafios no desenvolvimento de líderes

4 minutos para ler

 

O sucesso de uma empresa e o engajamento dos funcionários estão ligados à presença de bons líderes. Uma supervisão inspiradora e responsável melhora o clima organizacional da empresa, aumenta a produtividade e reduz o turnover. No entanto, a formação de líderes não é uma tarefa fácil.

A princípio, devemos esclarecer a diferença entre chefia e liderança. Chefes costumam ter uma postura mais autoritária, dando ordens e controlando resultados.

Os líderes assumem uma posição mais colaborativa, abrindo espaço para o diálogo e procurando motivar os empregados. Esse perfil de liderança apresenta resultados muito melhores que o modelo de chefia, que está caindo em desuso.

Confira, então, quais os principais desafios que as empresas estão enfrentando para desenvolver líderes!

1. Permanência na empresa por pouco tempo

Antigamente, a formação de líderes acontecia naturalmente. As pessoas que trabalhavam por muito tempo na mesma empresa e iam se destacando começavam a assumir mais responsabilidade e ocupar cargos mais altos, até chegar à supervisão de equipe ou até mesmo à diretoria da empresa.

As novas gerações dificilmente trabalham no mesmo lugar por tanto tempo a ponto de subirem de cargo dessa maneira. Os profissionais buscam agregar conhecimentos e experiências e conseguem isso trocando de emprego várias vezes e procurando um lugar onde melhor se encaixem para trabalhar.

2. Falta de conhecimento técnico

Não raro os candidatos podem não ter o conhecimento necessário ou a expertise para desempenhar as tarefas com precisão, mas são líderes em potencial. Para driblar esse problema, há a necessidade de promover treinamentos e lapidar esse talento para que ele alcance o conhecimento necessário.

3. Características comportamentais incompatíveis para a formação de líderes

Um líder não é feito apenas dos conhecimentos que acumula. É preciso ter qualidades como empatia, capacidade de ouvir, paciência, ter decisões firmes, saber defender a equipe e ao mesmo tempo cobrar resultados.

Algumas características de personalidade são intrínsecas e dificilmente podem ser mudadas, como um comportamento colérico demais, por exemplo.

Ignorar esses detalhes faz com que sejam escolhidas pessoas que não têm o perfil ideal para guiar os funcionários, o que prejudica toda o time e sua produção.

4. Falta de experiência

A formação de novos líderes invariavelmente passa pela falta de experiência, afinal, esses profissionais estão assumindo um novo cargo na empresa e não sabem muito bem como tomar decisões e lidar com problemas internos.

Muitos ainda não sabem como tomar decisões ou qual a melhor postura a ser assumida durante conflitos ou como lidar com funcionários mais difíceis, por exemplo. Deve haver um equilíbrio entre uma pessoa que saiba ouvir, mas que ao mesmo tempo mantenha o pulso firme.

5. Visão restrita do negócio

Um bom líder deve enxergar além, entender as consequências e implicações de uma decisão, como coordenar o trabalho entre várias equipes, alinhar a produtividade de acordo com as metas da empresa etc.

Uma das características mais difíceis de serem trabalhadas no desenvolvimento da liderança é a visão pontual e focada apenas em um pequeno nicho ou ponto. É preciso enxergar o todo para que as resoluções sejam as mais acertadas e tragam bons resultados para a empresa.

E você, vem enfrentando estes problemas na formação de líderes na empresa? Identificou-se com as questões apresentadas? Compartilhe este conteúdo nas redes sociais!

Powered by Rock Convert
255 Views
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-