Gamificação nos processos seletivos: saiba mais sobre essa nova tendência

4 minutos para ler

Gamificação: o termo parece familiar? A origem do conceito vem da palavra game. Quando gamificamos alguma atividade, significa que estamos aplicando elementos muito comuns dos videogames e jogos de tabuleiro, como pontuações, ranqueamentos, recompensas, interatividade, imersão, entre muitos outros.

Essa tendência se espalhou pelo mundo corporativo, afetando não só a dinâmica operacional de algumas empresas, como também atividades específicas. Um bom exemplo é justamente o assunto do post de hoje: a gamificação nos processos seletivos. Muitos setores de recursos humanos já aplicam a ideia.

A seguir, resolvemos falar um pouco mais sobre essa tendência, mostrando sua relação com a tecnologia e quais os benefícios que ela pode trazer para o recrutamento. Confira!

A relação entre gamificação e tecnologia

Definitivamente, quando pensamos nas gerações Y e Z, só uma coisa vem a mente: a tecnologia. Esses profissionais já nasceram imersos em um mundo em que smartphones e tablets são realidade e, é claro, dominam tudo no mundo dos jogos. Para se ter uma ideia, o volume de compra de jogos virtuais cresceu 68% no segundo trimestre do ano passado, segundo a Score Digital

É por isso que, hoje, quando pensamos na gamificação dos processos de recrutamento, devemos sempre considerar o uso das novas tecnologias, que podem acrescentar ainda mais e trazer uma percepção melhor dos candidatos, que certamente se interessarão mais e mostrarão o seu melhor.

A L’Oréal é um grande exemplo de como usar a gamificação nos processos seletivos. A empresa já incorpora esse tipo de estratégia há mais de 10 anos, usando mecânicas como simulação de cenários, games que envolvem a criação de produtos, entre muitos outros. Ela chama o evento de Brandstorm.

Outras organizações que já usam a gamificação em seus processos seletivos são: MRS Logística, Lojas Rede e o Banco Mercantil.

Os benefícios da gamificação nos processos seletivos

Verifica o potencial criativo e de adaptação

Um ponto muito interessante da cultura dos jogos é o fato de que a todo momento diferentes cenários são apresentados para o jogador. Ele nunca pode se contentar com soluções óbvias e deve sempre procurar maneiras diferentes para solucionar os problemas que são apresentados a ele, o que também mostra o seu potencial criativo.

Estimula a interatividade

Como reagimos diante daquilo que nunca vimos antes? A forma como o candidato interage com novos elementos que lhes são apresentados sempre pode dizer muito sobre ele. Os games são interessantes, pois essa interatividade é constante, não só com elementos do jogo, mas com as próprias funcionalidades da tecnologia. 

Avalia a capacidade de aprendizado

Sim, os games apresentam novas situações constantemente, mas sempre que passamos de “fase”, trazemos conosco a bagagem de tudo aquilo que foi aprendido anteriormente. Uma das vantagens da gamificação é o fato de que podemos acompanhar a capacidade de aprendizado do candidato.

Dicas para aplicar a gamificação de forma eficiente

Simulação de cenários

A simulação de cenários pode ser um excelente jogo para aplicar no seu processo seletivo. Basicamente, a ideia é apresentar uma situação possível no ambiente de trabalho para que os colabores pensem em soluções práticas para o problema. Eles precisam se organizar e agir como um time, com funções preestabelecidas.

Brandstorm

O jogo criado pela L’Oreal também pode ser utilizado por qualquer tipo de empresa. A ideia é fazer com que os colaboradores criem um novo produto e pensem em estratégias para comercializá-lo no mercado. Eles precisam pensar desde a logística do negócio, até as campanhas de marketing desenvolvidas.

Quiz

Para fechar, outro jogo bastante comum nos processos seletivos são os quizzes. Perguntas e respostas podem ajudá-lo a descobrir qual é o nível cultural do colaborador, além de verificar se ele possui conhecimento a respeito da área de atuação. Você pode criar inúmeras regras para o quiz, dependendo do que pretende avaliar.

Em resumo, a gamificação nos processos seletivos é uma excelente maneira para melhorar o grau de avaliação do seu RH em relação aos candidatos. Ela também pode ser uma experiência muito estimulante para o potencial da sua empresa no futuro!

Gostou do nosso post de hoje? Então que tal descobrir mais sobre as competências e características da geração Y?

28 Views
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-