Desenvolvimento

4 novos processos de planejamento e avaliação de desempenho

avaliação de desempenho

Aplicar modelos tradicionais, como a avaliação de desempenho 180º, é uma estratégia para mensurar o potencial das equipes já utilizadas pelas empresas há anos. Mas ela vem trazendo novas formulações conforme o mercado se atualiza.

Assim, o gestor deve saber inovar nesse processo para encontrar e reter talentos dentro do negócio e, principalmente, para os ajudar a planejar melhor as suas entregas, garantindo bons resultados ao profissional e à companhia.

Se manter a avaliação de desempenho é uma prática importante para a empresa, então ela deve conseguir se adaptar às expectativas contemporâneas para, de fato, incentivar a equipe. Quer saber como? No post de hoje, mostraremos 4 processos que a organização pode adotar para otimizar esse procedimento. Confira!

1. Avaliação de desempenho 180º

Uma das principais características desse modelo é a forma simples e eficiente pela qual ele é conduzido, sendo o gestor direto do colaborador o responsável pela análise. Outra particularidade importante da avaliação de desempenho 180º é a autoavaliação, ressaltando a importância da opinião do avaliado no processo.

Aplicação

Antes de promover a avaliação de desempenho 180º, comunique ao colaborador sobre a realização dela. Ela não deve ser surpresa! O aviso serve para estabelecer a cooperação com o avaliado e evitar desconfianças quanto ao procedimento.

Profissionais engajados com a proposta contribuem com a tarefa e entendem por que ela é importante. De tal forma, eles ainda otimizam os resultados obtidos pela análise e lhe conferem maior transparência.

A próxima etapa é a da coleta de feedback, caracterizada por questionários. O colaborador faz uma autoavaliação do seu trabalho como um todo e suas respostas são comparadas com as do seu gestor diretamente na fase seguinte.

Por fim, tem-se a entrevista entre o avaliado e seu gestor direto, momento de aparar as arestas e esclarecer os itens respondidos um a um. O diálogo é importante para dar credibilidade ao processo e reafirmar o elo de confiança entre os envolvidos.

Há de se ressaltar: para alcançar resultados satisfatórios, os feedbacks devem ser colhidos regularmente, e não somente uma vez ao ano, como era de costume no passado. Além disso, a empresa não pode apenas avaliar a entrega anterior, mas, sim, planejar a entrega futura, focando nos pontos fortes do membro de sua equipe.

Pontos avaliados

A avaliação de desempenho 180º pode analisar a pontualidade, produtividade, flexibilidade, relação com os colegas, qualidade do trabalho e a proatividade do colaborador, por exemplo. Os critérios considerados devem ser esclarecidos para que o avaliado faça o melhor uso possível do feedback obtido. 

Vantagens

A avaliação de desempenho 180º é simples, e não simplista — ou seja, é um procedimento descomplicado, mas não deixa de considerar aspectos fundamentais. O trabalho do colaborador deve ser contemplado como um todo para a análise de sua atuação ser mais completa e eficaz.

A finalidade é ressaltar os pontos fortes do avaliado e identificar gargalos para a melhora de seu desempenho, beneficiando o crescimento profissional dele e facilitando o planejamento de seu PDI. Além disso, a avaliação de desempenho 180º favorece o clima organizacional ao orientar o comportamento do colaborador.

Consequentemente, seu engajamento aumenta e, sentindo-se mais motivado, sua produtividade é positivamente influenciada. Essa modalidade também estimula a comunicação e a transparência entre o gestor direto e seu subordinado.

Além disso, a avaliação de desempenho 180º ajuda o avaliado a estipular metas e promove seu alinhamento com as estratégias da organização, reforça a governança corporativa e orienta a equipe na busca por bons resultados.

Consultoria

As informações obtidas com a avaliação de desempenho 180º são importantes para o RH de sua empresa, e os dados podem ser mais bem aproveitados quando você conta com uma consultoria que ampare o procedimento.

Além da expertise no assunto, a terceirizada tem uma visão externa, não tendenciosa, favorável à análise. Além disso, esses consultores têm capacidade técnica para estabelecer as melhores métricas, otimizando a obtenção de resultados.

A partir do material obtido pela avaliação de desempenho 180º, seu RH pode planejar sucessões, promoções e aumentos de salário. O procedimento também permite a identificação e retenção de talentos ao evidenciar as potencialidades do colaborador.

Imagine o quanto uma consultoria especializada pode alavancar a produtividade de sua empresa se valendo de tantos aspectos positivos. A terceirizada sabe identificar perfis diferentes na equipe avaliada e estimular cada membro a dar o seu melhor. Sua organização tem muito a ganhar com essa conduta.

2. Avaliação de desempenho 360º

Diferentemente do método anterior, essa avaliação engloba todos os envolvidos no trabalho e nas interações profissionais do colaborador. Estamos falando de gestores, colegas de trabalho e até clientes e fornecedores, enaltecendo relações horizontais e não apenas entre superior e subordinado.

Sim, a perspectiva sobre a atuação do trabalhador é múltipla, muito mais abrangente, mas o processo aqui também tem alto nível de complexidade se comparado à avaliação de desempenho 180º. Semelhança entre ambas as metodologias fica a cargo dos pontos considerados na análise, que são os mesmos.

Ressalta-se outra vez: de nada adianta mobilizar a equipe, clientes e fornecedores na realização do procedimento se ele não olhar para o futuro. O feedback deve ser convertido em melhorias na conduta do avaliado ao servir para o planejamento de suas reconduções, enaltecendo seus pontos fortes, fracos e potencialidades. 

Nesse sentido, periodicidade também é primazia, pois, assim, os resultados podem ser constantemente auferidos, certificando a eficiência da metodologia para alavancar a produtividade na empresa.

3. Avaliação de desempenho por competências

Essa modalidade visa desenvolver nos colaboradores as competências importantes para a organização. Ela pode ser dividida em dois grupos: 

  • competências comportamentais: relacionadas à postura e conduta do avaliado;
  • competências técnicas: variam de acordo com o cargo, mas devem manter como base a atividade-fim do negócio. 

Na primeira categoria, podem ser avaliadas habilidades como comprometimento, trabalho em equipe e proatividade. Na segunda, conhecimentos sobre softwares, maquinário, equipamento ou algum outro item específico à atividade empresarial em questão.

Em outras palavras, nessa avaliação, a empresa faz um levantamento histórico do conhecimento e desempenho do avaliado. Assim, é possível verificar se o trabalhador está de acordo com os objetivos da organização e se pode ser melhor “aproveitado” em uma área diferente. 

Contar com uma consultoria especializada em RH contribui no estabelecimento das métricas passíveis de análise. A terceirizada consegue abranger todas as perspectivas do negócio e otimizar os resultados obtidos no processo.

4. Autoavaliação

Nesse modelo, o colaborador é quem aponta suas características profissionais. Ele é importante principalmente para ajudar o membro da equipe a conhecer seus limites e capacidades, além de usar o bom senso para descrever sua visão do próprio desempenho. 

A autoavaliação ajuda os trabalhadores a criarem planos de ação para promover seu autodesenvolvimento, processo otimizado por uma consultoria em RH. Com base na visão do colaborador, os gestores também podem identificar as melhores áreas para que eles cumpram seus objetivos pessoais alinhados com os propósitos da empresa. 

A autoavaliação é mais uma modalidade importante para a organização se aproximar de seu profissional e aumentar a produtividade pessoal e empresarial. As metodologias aqui apresentadas identificam potenciais ajustes, aumentam a satisfação dos funcionários, diminuem a rotatividade e admitem a identificação e retenção de talentos.

Agora, você já conhece os modelos mais utilizados para avaliar seus colaboradores, da avaliação de desempenho 180º aos benefícios de se investir nessa empreitada. Se quiser otimizar seus resultados, alavancar a produtividade e aumentar sua competitividade no mercado, conte com uma consultoria especializada em RH.

A Kienbaum tem renome global e experiência no ramo. Entre em contato conosco!

Sobre o autor

Kienbaum Consultoria

Kienbaum Consultoria

Axel Werner - Partner Kienbaum SP

Fausto Alvarez - Partner Kienbaum SP

Deixar comentário.

Share This